A História do Calendário – Cristão, História e Evolução

Os primeiros povos deram início ao uso dos calendários. O seguimento de suas fases se dava conforme o comportamento da Lua, como também dependia das translações do Sol. Assim ”mediam” e dividiam o tempo em dias, semanas, meses e anos.

Para facilitar a contagem do tempo, o homem adotou o calendário cristão como oficial no mundo todo, mas alguns povos, como os judeus, chineses e árabes, seguem outra contagem do tempo, de acordo com sua história e crença. O calendário que utilizamos hoje é o gregoriano, que recebeu esse nome por ter sofrido alterações no tempo do papa Gregório XIII.

Contagem do Tempo

Uma das preocupações do ser humano foi controlar o tempo. Para isso, ele inventou o calendário. Assim, teria maior certeza de quando o inverno chegaria, quando seria hora de plantar, de colher, enfim, poderia organizar melhor a sua vida. A sociedade cristã adota o calendário gregoriano, que tem início com o nascimento de Cristo. Outras culturas, como a hindu e a islâmica, a chinesa e a judaica, adotaram outros modelos de calendários.

O Calendário

É o método oficial de contagem do tempo, de acordo com o movimento de translação da Terra. O sistema atual chama-se calendário gregoriano e foi adotado em 1582. Entretanto, a Grã-Bretanha somente o aceitou em 1752, quando suprimiu dez dias do ano, apesar dos protestos dos seus habitantes.

No entanto, a alteração era necessária porque Júlio César, aconselhado por um astrônomo, contara o ano como tendo 365 dias e 1/4 e fizera seu calendário assim. Infelizmente, ele acrescentara 11 minutos a mais por ano (o ano tem 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos) e, quando o calendário alcançou 1.500 anos, viu-se que os 11 minutos anuais haviam somado dez dias. O papa Gregório XIII, em vista disso, fez os acertos em 1582, excluindo o dez dias entre 4 e 15 de outubro daquele ano. Fez com que 1600 fosse um ano bissexto, e assim 1700, 1800 e 1900 não o seriam.Setembro, outubro, novembro e dezembro eram o 7º, 8º, 9º, e 10º meses, como os seus nomes indicam, e julho e agosto foram criados em homenagem aos imperadores Júlio Cesar e Augusto. (Em português, os dias da semana, com exceção do sábado e do domingo, recebem numeração ordinal designando as antigas feiras de segunda a sexta.)

As nações cristãs de todo o mundo datam seus anos a partir do nascimento de Cristo, apesar de este acontecimento ter ocorrido possivelmente, quatro ou cinco anos mais cedo do que se acredita.

Os gregos iniciaram seu calendário a partir dos primeiros Jogos Olímpicos (776 a.C.); os romanos, desde a fundação de Roma, em 753 a.C. Os judeus contam os anos desde quando acreditam ter sido criado o mundo (3760 a.C.), enquanto os muçulmanos partem da fuga de Maomé de Meca, em 622 da nossa era.

Sobre admin